TUDO O QUE ACONTECE AQUI!

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE RIO CLARO

Rio Claro discute oportunidade de extensão curricular a universitários

Assunto foi discutido em reunião realizada no Arquivo Municipal.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Rio Claro, por intermédio da Comissão Municipal de Extensão Universitária do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (CMCTI), apresentou a representantes do poder público municipal e de demais instituições oportunidades decorrentes da creditação da extensão curricular.

O assunto foi tratado em reunião realizada no Arquivo Municipal, no dia 16, com a presença de secretários municipais, vereadores, membros da CMCTI e professores do Centro Universitário Claretiano e da Unesp.

“O objetivo é aproveitar o conhecimento de estudantes da educação superior em atividades e projetos para atendimento às demandas da sociedade rio-clarense”, destacou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Anderson Christofoletti. Todo ano, milhares de estudantes estão disponíveis para realizar extensão universitária. “Estamos iniciando este diálogo com as universidades”, frisou.

Na reunião, foi lembrada resolução do Ministério da Educação, de 2018, que estabelece que “as atividades de extensão devem compor, no mínimo, 10% do total da carga horária curricular estudantil dos cursos de graduação, as quais deverão fazer parte da matriz curricular dos cursos”. Isso implica que cada estudante da educação superior de Rio Claro deverá realizar de 200 a 900 horas de atividades de relevância para o município durante sua formação.

Em razão disto, o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia articulou diálogo entre o poder público e as lideranças que compõem a Comissão Municipal de Extensão Universitária para viabilizar o estabelecimento de estratégias para o efetivo aproveitamento deste significativo contingente de recursos humanos nas metas e planos do poder público municipal.

A apresentação buscou mostrar como as instituições de ensino superior do município podem e devem contribuir com o poder público em vista ao desenvolvimento da sociedade. “Passo importante neste sentido foi a criação da Comissão Municipal de Extensão Universitária, em dezembro do ano passado”, lembra Leandro Henrique Tavares Pauletti, Pró-reitor Acadêmico do Claretiano – Centro Universitário de Rio Claro e presidente da comissão.

A comissão de extensão universitária tem ainda como membros: Eliris Cristina Rizziolli, vice-diretora do Instituto de Geociências e Ciências Exatas – Unesp Rio Claro, e Maria Bernadete Sarti da Silva Carvalho, chefe do Departamento de Educação do Instituto de Biociências – Unesp Rio Claro.

GOSTOU? COMPARTILHE!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram